Não categorizado

Por que é importante comparecer ao desembaraço aduaneiro no Paraguai?

Compartilhe isso com seus amigos:

Em qualquer processo internacional de transporte de mercadorias, o gerenciamento alfandegário ou o desembaraço aduaneiro devem ser cumpridos em cada país para onde a carga passa.

O desembaraço aduaneiro é um conjunto de procedimentos que devem ser seguidos para garantir o controle e a aprovação da entrada ou saída de mercadorias de um país para outro.

Se você deseja realizar atividades de importação ou exportação no Paraguai, é essencial prestar atenção a tudo relacionado ao desembaraço aduaneiro.

Os costumes existem desde que o homem começou a se organizar nas nações e a ter comércio entre elas.

Os Estados cobram taxas pela importação de produtos de outras partes do mundo que são repassados ​​aos cofres públicos de cada país.

Esses recursos cobrem despesas operacionais e educação, saúde, infraestrutura, serviços e outros planos públicos.

No caso do Paraguai, a importância da cobrança alfandegária é evidenciada em um relatório publicado pela Direção Nacional das Alfândegas no início de setembro de 2019.

O relatório indica que em 2019 a alfândega paraguaia arrecadou £ 6,88 bilhões (cerca de US $ 157 milhões), dos quais £ 947.650 milhões correspondem ao mês de agosto.

Esse valor é muito importante, tendo em vista que foi alcançado no contexto de uma diminuição no volume de transações de comércio exterior que reduziu o volume de mercadorias importadas em 9,1% em comparação com o período de janeiro a agosto de 2018.

No entanto, as receitas alfandegárias do Paraguai aumentaram este ano, graças ao fato de, desde 2018, ser aplicado um aumento na taxa a cada quilo de mercadoria importada, que passou de 1.299 ₲ / kg para 1.328 ₲ / kg.

Qual é o desembaraço aduaneiro?

O desembaraço aduaneiro começa com a entrega ou declaração às autoridades aduaneiras das informações que descrevem as mercadorias que estão sendo transportadas.

Isso inclui dados como tipos de produtos que compõem a carga, destinatário e emissor do mesmo e outros documentos que garantem o valor e a legitimidade da carga, como é o caso da fatura de compra.

Uma carga que atravessa vários países pode estar sujeita a diferentes regulamentos e obrigações.

Portanto, é importante conhecer antecipadamente as disposições especiais, licenças e restrições necessárias que se aplicam nos países de passagem e destino da mercadoria.

O Paraguai está em conformidade com os regulamentos alfandegários internacionais e, portanto, a documentação que será solicitada para sua carga de importação e exportação deve atender a esses requisitos.

Em primeiro lugar, é obrigatório apresentar as informações da empresa importadora ou exportadora, neste caso, seus dados de identificação e fiscais.

O mecanismo Incoterms foi adotado em todo o mundo para facilitar a identificação do proprietário de uma remessa às autoridades aduaneiras.

Você também deve informar detalhadamente o local de origem e destino da mercadoria, seu peso total e número de pacotes, caixas ou pacotes que a compõem.

Além disso, os impostos correspondentes devem ser cancelados de acordo com a legislação do país, além de informações sobre outros impostos pagos durante o transporte da carga.

Esses impostos ou tarifas podem variar de um país para outro e são condicionados pelo tipo de carga, seu preço faturado e o local de destino.

Os funcionários aduaneiros inserem as informações da carga em um sistema de computador e determinam se elas representam algum tipo de risco.

Por sua vez, os despachantes aduaneiros representam a empresa importadora ou exportadora e são responsáveis ​​por apresentar os documentos necessários.

Nesta interação, é determinado se é necessário ou não que a carga seja inspecionada através de um dos canais disponíveis.

Esses canais diferenciam a carga entre o que pode passar livremente, o que requer verificação prévia dos documentos e o que requer uma inspeção física.

O chamado canal verde é passar mercadorias nas quais nenhum problema é detectado e pode passar automaticamente pela alfândega.

O canal laranja é usado com mercadorias que exigem a verificação dos documentos entregues pela transportadora antes que ela possa aprovar sua passagem.

Por seu lado, o canal vermelho é usado quando é necessária uma inspeção física da carga e seu contraste com os documentos apresentados.

Que documentação devo enviar às autoridades aduaneiras?

Ao executar procedimentos de desembaraço aduaneiro, você precisará apresentar a fatura comercial da carga.

Nesta fatura, o vendedor e o comprador da mercadoria devem ser claramente identificados, bem como o tipo de carga e as condições de pagamento e entrega.

Segundo, você deve apresentar a lista de carga, que coleta informações detalhadas sobre a mercadoria que você está importando ou exportando.

Em terceiro lugar, você deve apresentar os dados da empresa encarregada de mobilizar sua carga, o que permitirá às autoridades manter um melhor controle da operação de transporte internacional.

Se sua operação incluir remessa, você também deverá apresentar o cartão de embarque e outros documentos necessários nos portos.

Como o Paraguai é membro do Mercado Comum do Sul (Mercosul), as atividades de transporte internacional de e para os países membros devem ter o Documento Alfandegário Único do Mercosul (DUAM).

Este documento coleta todas as informações necessárias para cumprir o desembaraço aduaneiro na Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai.

Segurança aduaneira do Paraguai

Os riscos de uma atividade de importação e exportação vão além das despesas e autorizações a serem processadas.

Existe também o risco de violar a segurança de outros países, mobilizando produtos proibidos por eles.

Um caso frequente é que é feita uma tentativa de enviar uma carga para um país ou cliente que esteja na lista proibida de autoridades nacionais ou internacionais.

Essa lista, conhecida como “partes negadas”, inclui entidades, grupos ou governos considerados terroristas, organizações criminosas ou países com os quais há proibição de comercializar determinados produtos por vários motivos.

O Paraguai realiza uma inspeção rigorosa das mercadorias que entram e saem pelas alfândegas, usando tecnologia avançada para controle administrativo e vigilância física.

No país, foram implementados o Sistema Integrado de Verificação de Carga (SIVECA), o Sistema Internacional de Informações sobre Trânsito Aduaneiro (SINTIA) e a Transmissão Eletrônica do Manifesto Fluvial (TEMAFLU).

Essas ferramentas tecnológicas fornecem informações antecipadas e de qualidade às autoridades aduaneiras sobre mercadorias importadas, antes que elas cheguem ao Paraguai.

Dessa maneira, o gerenciamento de risco adequado é executado.

Além disso, foi instalado o Centro Único de Monitoramento Aduaneiro (CUMA), que permite monitorar as operações nos postos aduaneiros e nos locais de verificação de carga com câmeras de vídeo.

Deixe sua carga nas mãos de especialistas aduaneiros

O manuseio aduaneiro adequado de sua carga é essencial para o sucesso de suas atividades de importação e exportação no Paraguai.

Portanto, é recomendável que você confie em empresas especializadas em logística, como a Alfa Trading S.A, para acompanhar tudo relacionado aos procedimentos alfandegários de sua mercadoria.

A Alfa Trading S.A, foi fundada em 1994 e hoje é referência em serviços de logística internacional no Paraguai.

Temos agentes de frete nos principais portos e aeroportos do mundo, prontos para ajudá-lo a rastrear seu produto e todos os procedimentos alfandegários necessários.

Mais importante, nós o aconselhamos anteriormente em seu plano de operações, cobrindo o que está relacionado a licenças, tarifas, logística de transporte, cobrança e documentação.

Com a Alfa Trading, você pode ter certeza de que sua operação de importação e exportação será realizada sem problemas e com o menor custo.

NUESTROS AGENTES DE CARGAS SE ENCARGARÁN DE BRINDARTE EL MEJOR SERVICIO

NUESTROS AGENTES DE CARGAS SE ENCARGARÁN DE BRINDARTE EL MEJOR SERVICIO